Menu

The Journey of Doyle 136

holefiber61's blog

Após 5 Anos De Portas Fechadas

Depois de Cinco Anos De Portas Fechadas


O apartamento velho de três quartos e 120 m², em uma agradável via no Leblon, zona sul carioca, tinha a metragem e a localização que a jovem empresária Tatiana Roza tal buscava. Porém como a planta do imóvel era mal dividida, com cômodos menores, ela logo convocou a amiga arquiteta Renata Bartolomeu pra uma reforma total. “Queríamos um espaço confortável para alguém sozinha, privilegiando a integração e pontuando com cor nos revestimentos”, revela Renata.


A surpresa, na hora do quebra-quebra, foi a descoberta de vigas invertidas e colunas estruturais irremovíveis. “Incorporamos estes elementos ao projeto”, conta ela. 1. A viga estrutural ficou evidente depois que as paredes foram demolidas. 5 Informações Infalíveis Para Uma Cozinha Com Decoração Atemporal -se, por isso, um rebaixo de gesso maior que ela para disfarçar esse ingrediente e bem como embutir a iluminação indireta e o ar-condicionado.



Projeto de Renata Bartolomeu. 2. Obra Na Ponta Do Lápis: Reforma Torna Cobertura Aconchegante pilares que sobraram depois do quebra-quebra entre um dos quartos e a sala foram incorporados à arquitetura do apartamento. “As colunas retangulares, estruturais, mantêm a espessura da antiga parede. De imediato a de quina foi arredondada para conceder mais leveza ao ambiente”, aponta a arquiteta Renata Bartolomeu. 3. Todo o piso precisou ser refeito, por causa dos trechos onde ficavam as paredes demolidas.


A opção foi pôr tábuas corridas de peroba-mica (15 cm, da Nova época) pela residência inteira, só variando para o revestimento frio, de cerâmica Eliane (40 x quarenta cm), na cozinha. Projeto de Renata Bartolomeu. 4. Entre a cozinha e a sala de jantar, a porta de correr, um painel único e liso de MDF com 5 cm de espessura, se faz presente como um quadro pintado de azul (Tintas Coral, ref. 36/333) no lugar.


“A vontade era deixá-la marcante, com ferragens aparentes”, diz a arquiteta Renata Bartolomeu. No teto, um rasgo em forma de L acompanha a viga invertida e embute iluminação indireta. 5. O objeto Cinquenta Dicas DE DECORAÇÃO Pra SALAS PEQUENAS , acima da bancada, é um vidro laminado oito mm, pintado pelo vidraceiro de rosa-choque no lado interno (International lovely pink). Atrás do fogão, uma chapa de aço escovado (Engenox) colada em compensado.


Projeto de Renata Bartolomeu. 6. Práticos armários revestidos de laminado branco (Favo) se misturam a outros de peroba-do-campo e vidro desenhados pela arquiteta Renata Bartolomeu. Porção da parede tem um lambri de madeira – uma placa de MDF com pequenos sulcos feitos pelo marceneiro. 7. Roldanas de aço se deslocam no cabo aparente (efetivação da Metal Potente), sustentando a porta de correr da cozinha. Este toque industrial foi proposital. “A maioria das portas da casa é pivotante e escondida em painéis. Esta foi pensada pra se destacar”, conta a arquiteta Renata Bartolomeu.


  • Os dez Melhores Produtos da Casa Feito Brasil
  • Deyvison barros
  • treze cozinhas de populares que são pura inspiração
  • 8/nove (Luis Gomes)
  • 27 de janeiro

8. A coluna retangular que divide a estante embute um pilar estrutural. Ela foi preenchida com um compensado de madeira pintado de branco, em ambos Piso De Madeira , e embute um armário acessado pela lateral (Cristal da Serra Marcenaria). Projeto de Renata Bartolomeu. 9. A porta dupla, pela entrada do quarto, oferece acesso ao closet e ganhou forro de tecido (Larmod, coleção Mocha) aplicado diretamente no compensado e fixado com cola branca diluída.


“São soluções fácil que trazem aconchego”, diz a arquiteta Renata Bartolomeu. 10. Dividida em três folhas, com fechamento tipo camarão, a outra porta que oferece acesso ao closet, próximo à estante da suíte, obteve o mesmo acabamento de tecido sobre o compensado de madeira (também coleção Mocha). Projeto de Renata Bartolomeu.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.